Crianças acima do peso na pré-escola têm quatro vezes mais chances de se tornarem obesas. Uma pesquisa da Escola de Saúde Pública da Universidade Emory, nos Estados Unidos, analisou dados de 7 738 crianças que iniciaram a pré-escola entre 1998 e 1999. Os estudantes tiveram seu peso e altura rastreados até o fim do ensino fundamental e a conclusão foi surpreendente: aos 5 anos, 14,9% delas estavam acima do peso e 12,4% eram obesas e no nono ano, 17% estavam acima do peso e 20,8% estavam obesas. O estudo pode responder por que as campanhas para que jovens percam peso em idade escolar não conseguem resultados positivos. “Examinar a sua incidência pode nos dar novas pistas sobre a natureza da epidemia, as idades mais vulneráveis e os grupos que têm maior risco de obesidade”, afirma Solveig A. Cunning, principal autora do projeto. “As campanhas deveriam começar antes da pré-escola. Alguns fatores estabelecidos antes do nascimento e durante os cinco primeiros anos são importantes. Esforços para a prevenção de obesidade em crianças que estão acima do peso aos 5 anos podem ser maneiras de atingir crianças suscetíveis a se tornarem obesas mais tarde”, concluiu Solveig.